3 de mar de 2013

Ai, que saudades disso daqui.
A última postagem foi quase há um ano atrás, e eu prometi tanto que não iria abandonar o blog, mas as coisas desandaram e pronto deu no que deu.
E acreditem, eu pensei em tentar colocar as palavras aqui no blog, explicar o que sentia, mas as palavras estavam presas, e o peso do meu coração só Deus sabe como tirei.
Engraçado que hoje venho escrever me sentindo triste, e vazia. Justamente quando ideia nenhuma passa por nossas mentes, pelo menos não na minha, mas acho que se escrever vou conseguir organizar meus sentimentos que estão tão confusos de alguma maneira.
Eu estou apaixonada, e nem sei por quem, eu estou sofrendo e nem sei bem o motivo. Não que isso seja lá grande novidade, sempre fui meio confusa, meio indecisa.
A única coisa que sei neste momento é que eu preciso ficar sozinha, só comigo mesma e com todo esse turbilhão de sentimentos que me envolvem.


18 de mar de 2012

Bem confusa.


Vocês sabem aquele momento em que você se sente super chateada com alguma coisa ou pessoa e aí acontece algo relacionado exatamente ao que você está passando pra acabar com tudo? Pois então, essa semana me senti meio triste por alguns motivos, achei que fosse até TPM (e talvez fosse, sei lá), o fato é: estava eu pensando nesse problema (que nem é problema) e quando entro no ônibus o que me espera? Isso mesmo um acontecimento que muda e revoluciona pra piorar a sensação de desespero que sentia no peito, e o pior que não havia como fugir. Não há escapatória da nossa linda mente que se auto-converte de ".ruim" pra ".péssimo", assim como convertemos um vídeo ".avi" para ".rmvb". Sei, a metáfora foi horrível... eu me sentia pior do que ela.

Tirei uma conclusão do que aconteceu, precisamos tomar uns sustos algumas vezes, só pra perceber que nem tudo está perdido, o erro pode está bem perto e talvez exista correção, ou pra perceber que não tem mais jeito mesmo ou então que o certo é esperar mais um pouco, como vemos por aí, tempo transforma tudo. Tô pensando no que fazer, mas acho que hoje decisões serão tomadas e qualquer novidade conto por aqui... ou não.


Obrigada de verdade a cada um de vocês pelos parabéns, viu? Me senti abraçada por vocês :) Não sei se repararam, mas o número de posts diminuiu, tinha cento e alguma coisa mas agora tem 35, eu decidi apagar alguns posts, pode parecer loucura mas senti que era hora de me desprender de muita coisa que aconteceu, pensei até em deletar tudo e criar outro blog mas decidi que nãos posso abandonar o Smell assim tão repentinamente, gosto muito daqui e todos sabem disso rsrs ;D Anyway, agora é vida nova aqui no smell of secrets assim como minha vida recomeçou de uns tempos pra cá, transformações as vezes são tudo que precisamos pra sermos realmente felizes. Beijão pra todos e até mais ;*
18 de fev de 2012

Mais completa do que nunca.



E, aí? Nessa semana que vai começar completo mais um ano de vida, e esse ano a animação pra esse dia tá oscilando.
Num dia acordo super empolgada pensando na nova década que vai se iniciar (Vou completar 20 anos, como assim?) e no outro dia bate uma nostalgia da minha infância/adolescência, não sei se acontece ou se já aconteceu com vocês.
Enfim, pra esse ano há muito mais motivos pra sorrir (tirando o fato da nostalgia) estou cercada de amigos de uma vida toda, pessoas que me conhecem e que posso dizer de coração aberto que são amigos verdadeiros e pra todas as horas e principalmente estarei comemorando com minha família toda unida, o que não aconteceu nos últimos anos devido ao fato de eu estar morando na Bahia e minhas irmãs em Minas, já disse como é bom ter voltado a morar na minha cidade natal? Insiram muitos suspiros aqui, obrigada.
Não sei se vai ter festa e sinceramente? Nem me importo se eu apenas ver meus amigos e sentir o carinho deles por algum tempinho, isso já vai ter feito meu 24 de fevereiro mais bonito, mais completo.

Ok, mudando de assunto, meu fim de semana está terrível, oficialmente detesto carnaval e pra piorar todos meus amigos foram pra um retiro e eu fiquei porque não tive como pagar pra ir e meu pai começou a pegar no pé dizendo que mesmo se pagassem pra mim ele não queria que fosse e quando meu pai ou minha mãe falam que não nada muda a cabeça deles, independente da minha idade não vou contestar. Tenho 3 dias pra terminar de ler o livro Helena do Machado de Assis pra faculdade e a preguiça não quer deixar, o bom é saber que só dou aula na quinta-feira (pelo menos pra isso o carnaval serve) e que posso preparar minha aula na terça. Enfim, bom feriado pra vocês :*
22 de jan de 2012

Meu esporte favorito.



Well, não sei se já comentei alguma vez aqui no blog sobre a minha paixão por tênis, (e acho que não, porque nem contava muito sobre mim aqui) e não digo tênis desses que vendem em loja e sim o das quadras, pois então, sou fascinada com o esporte e sou daquelas que assistem jogos que já passaram só pra ficar analisando, para ver a beleza dos movimentos, acho muito perfeito mesmo que tenha um monte de gente que me ache louca por isso.
E por achar esse esporte tão perfeito minha última semana ficou totalmente desregulada na questão dos meus horários, o que desencadeou uma perda de desempenho durante o meu dia, mas que valeu totalmente a pena.
Pra começo de conversa o local onde tá ocorrendo o primeiro grande torneio (que são 4 no total e conhecidos como "Grand slams") é na Austrália, mais especificamente em Melbourne (depois é Paris, Londres e Estados Unidos) e lá em Melbourne tem 13 horas de diferença do horário daqui mais ou menos e as partidas começam a partir da tarde de lá e se estendem até à noite, ou seja, são todas durante a madrugada ou de manhã bem cedo pra maioria dos brasileiros e eu como sou fominha de partidas e principalmente das partidas do maestro Federer ia dormir super tarde ou acordava super cedo porque as partidas dele só pra me ajudar eram todas em horários super tensos.
Resultado: Acordei me sentindo um zumbi, e quase dormi em cima dos meus livros e do notebook nestes dias, como já era de se esperar.
Mas se você acha que acaba por aí, se engana, pois o torneio nem acabou ainda e Federer deve jogar na madrugada de amanhã pra terça e eu já tô vendo que vai ser mais uma noite mal dormida pra ver a bolinha quicando de uma raquete pra outra antes de marcar um point, e lógico que torço pra que ele ganhe mais essa mesmo que fique acordada nas outras madrugadas só pra esperar por ele.
Eu não sei explicar o motivo, ou talvez até saiba, sei lá mas dá uma sensação tão perfeita quando eu vejo um jogo, e o mais incrível é que nunca fui muito fã de esporte mas esse me prendeu de um jeito que foi fora do normal, começou em janeiro de 2009, acompanhava as partidas esporadicamente via um jogador ou outro jogando, já gostava mais do Federer do que qualquer outro, mas não acompanhava muito, até que viciei e tudo graças ao melhor do mundo Roger Federer que me encantou desde a primeira vez que vi uma partida no torneio US Open ( grand slam dos Estados Unidos) onde ele fez um tweener (uma jogada do tênis por debaixo das pernas) perfeito, abaixo tem um vídeo da jogada perfeita pra vocês terem uma noção do que é.

US open 2009 Federer vs. Djokovic.



Federer 'ensinando' a fazer um tweener.



A partir desse dia da partida do 'US open' eu comecei a ver toda e qualquer partida e não perdia nenhuma, mesmo quando ficava babando de sono em frente o computador já que só dava pra assistir partidas por ele, pelo motivo de não ter tv por assinatura.
Anyway, por mim ficaria horas explicando tudo sobre tênis, e sobre os jogadores (afinal só falei do Federer nesse post e mesmo assim nem falei taaanto assim!) mas seria muita "encheção de linguiça" como diz minha mãe, mas se quiserem depois faço um post (ou como já estava querendo fazer) uma página falando sobre o assunto. E se vocês tiverem lido até aqui fico muito feliz e peço desculpas qualquer erro pois foi um post feito durante a madrugada em que esperava uma partida começar e estava quase desmaiando de sono enquanto digitava.

Ah, e sobre outro assunto, eu estava esses dias divagando sobre participar ou não do projeto 366, porque na verdade nunca fui muito fã de tirar fotos, eu nunca acho que estão boas, mas não sei o que me deu que comecei a rever meus conceitos, e então eu tomei coragem e resolvi participar , (isso no dia 17 que foi quando tava com a minha alergia no nível máximo, nem era gripe mas uma sinusite e rinite alérgica juntas com tosse básica de cachorro, na verdade nem um cachorro iria tossir daquele jeito.) enfim, eu descobri que minha câmera tá com defeito e desisti por motivos mais fortes. Eu sei que já seria praticamente um projeto 335, pelo mês quase todo perdido mas tinha até me animado, mas deixa pra próxima :)


Beijão! Até breve (e torçam pelo Federer)!