10 de mai de 2011

Review - Cisne Negro (Black Swan)




Direção: Darren Aronofsky
Elenco: Mila Kunis (Lilly), Barbara Hershey, Winona Ryder (Beth), Vincent Cassel, Natalie Portman
Sinopse
: A dedicada bailarina Nina Sayers conquista o papel principal em uma montagem histórica de Cisne Negro, substituindo Beth, a antiga primeira bailarina da companhia, que está em decadência. Na preparação, Nina desempenha bem o papel da doce Odette, mas tem dificuldade em encontrar a sensualidade e a agressividade para interpretar Odile, o Cisne Negro. Enquanto isso, a jovem tem que lidar com a rivalidade de uma bailarina nova na companhia e o delicado relacionamento com sua mãe e com Thomas, o diretor da montagem.

Nota: Risco de haver pequenos spoilers nessa review.

O filme de Darren Aronofsky arrancou de mim muita tensão e terror psicológico na noite passada, eu confesso ter demorado um pouco pra ver o filme por falta de tempo mas estava perdendo tempo. O filme é muito bom, apesar de todas as críticas negativas que li sobre o o mesmo eu posso dizer que adorei o filme, e Natalie Portman no papel de Nina Sayers, a bailarina pura e infantil, simplesmente me deixou de queixo caído com sua atuação, tudo bem que não foi o filme do ano e tudo mais, só que na minha opinião foi um dos melhores e Natalie mereceu o Oscar.

O diretor de fotografia do filme acertou em cheio na iluminação, dando ar de suspense o tempo todo, te deixando com a respiração presa e seu corpo tenso com o que poderia acontecer nas próximas cenas, é como se o filme todo fosse filmado no olhar da mente doentia e obscura da Nina, fiquei deslumbrada e quase no fim do filme dei uma parada pra beber uma água porque confesso fiquei meio assustada (momento para vocês rirem de mim rsrs) , mas é porque pega no psicológico mesmo, te deixa meio alarmado.



O fato de ter balé no filme me deixou bastante entusiasmada já que o livro que estou escrevendo é sobre uma bailarina, e também pelo fato de que sempre fui apaixonada por dança, inclusive o balé, então é um aspecto positivo do filme pra mim. Fiquei fascinada entre sapatilhas, Pirouettes, Pas de Deux ( minha parte preferida do balé, devo acrescentar.).


Além do balé , o filme também conta com um diretor, o Thomas que é um tanto canalha e que começa a fazer a mente da Nina (Natalie Portman) entrar em curto circuito, tem a bailarina Beth com a idade mais avançada que de alguma maneira faz com que Nina se sinta culpada por seu afastamento do balé, e tem a Lilly que é o conceito contrário da Nina, a perfeita para o papel de cisne negro, não sabemos ao certo se ela é boa ou má, acho que tudo é fantasia da cabeça esquizofrênica da Nina, na verdade a vilã da história é ela mesmo com sua mente perturbada.



Se você tiver a chance de ver esse filme, veja. Não fique esperando o melhor de todos os tempos mas também não ache que é um dos piores, apenas assista, tire suas próprias conclusões sejam elas boas ou ruins e divida comigo o que você achou, ok?



Primeira review de filme que faço na minha vida, então não joguem pedras se não gostarem. Tô começando a fazer resenhas pelo fato de que vou ter que fazer muito esse tipo de trabalho na faculdade apesar de que será com livros e não filmes, então começo por aqui, pra ir aprimorando meu jeito de escrever e resenhar. Mudando de assunto, fiz uns vídeos pra mostrar um meme que vi no blog do Tiê que era pra mostrar meus livros, e vou postar em breve, no total acabaram sendo 3 vídeos, porque digamos que alguém aqui fala demais haha Por enquanto é só, até mais. Beijos :*


4 ♥ Comente !:

Tatha disse...

Olá! Vi seu blog e vim comentar...
Eu já tinha visto o filme, na época que estava em cartaz e gostei muito. Sinceramente, Natalie Portman ARRASOU! Ela deu um show de atuação, mas os outros atores não ficam atrás não! Estou doida para comprar, mas não posso pedir uma vírgula para meu pai e minha mãe...¬¬'
BEIJOS

Jota disse...

Não vou jogar pedras, mas tenta da próxima vez escrever em terceira pessoa ok?! oaieieiaieoiaeoi

Meu, eu senti a mesma coisa que você. Assisti ele semana passada. Concordo com todas as suas colocações: fotografia, atuação, iluminação, tudo mesmo. O melhor de tudo foi ver a ingenuidade de uma moça que busca nada além do que a impossível PERFEIÇÃO.

Muito bom!
Beeeijos ;***

Ѽ .*☆. thammy .*☆. Ѽ disse...

Olá td bem ? adorei seu blog estou te seguindo.
nossa estou louca pra assistir, só ando meia se tempo.bjs

L'amore in Parole disse...

Eu assisti o filme no cinema e sinceramente amei. Muito bom. Ele mexe com o seu psicológico de tal forma que termina o filme e você se pergunta: "Putz, o que é real e o que é criação da mente de Nina?". O papel caiu perfeitamente para a Portman. Ótima atuação.

Postar um comentário