4 de jan de 2012

Excesso de fofura



Não, não vou fazer um post falando sobre as minhas dietas mirabolantes, fiquem tranquilos quanto a isso, até porque sou péssima em dietas. Na verdade vou falar sim sobre minhas gordurinhas que 'surgiram' nos últimos 3 meses.
Sempre fui uma adolescente corpulenta, como diz meu pai "forte", minha estrutura óssea é larga, grande e ás vezes me sinto um armário, durante quase toda minha adolescência pesei por volta dos 62kg e quando estava morando na Bahia meu peso caiu pra 57kg e uma vez 55kg, o motivo era: Eu ia pro trabalho pedalando, pra praia pedalando, comia pedalando, pedalava com sol, pedalava com chuva, ou seja, eu vivia pedalando.
Claro que só isso não bastava, eu fazia algumas caminhadas quando a bicicleta dava problemas, resumindo, nunca estava parada, me excercitava querendo ou não, era questão de obrigação, mas isso mudou drasticamente depois que me mudei de volta pra Minas Gerais, na cidade onde moro é impossível pra mim ficar pedalando pro meu trabalho, sou muito desastrada e o número de carros aqui é tipo beeeem maior do que o número carros que tinha na minha cidade da Bahia (nem existe comparação) seria um caos de tanto acidente, sem contar a distância entre minha casa até meu trabalho que só de ônibus já dura 25 minutos e então o jeito é pegar ônibus mesmo pra não me atrasar, e por fim, as caminhadas agora são poucas porque supermercado, lanchonete, correios, tudo é pertinho de casa, não faço muito esforço físico e então deu no que deu, voltei aos 60kg, pra muitos esse peso é normal por conta da altura e tudo mais, no meu caso tá tudo errado, eu não posso bobear desse jeito porque a partir do 60kg meu IMC (Índice de massa corporal) começa alertar que tô acima do peso.
Não tô surtando (muito) ainda, mas coloquei na minha cabeça que além de tudo que coloquei em mente pra fazer nesse ano de 2012 acrescentei mais uma: malhar nem que seja 15 minutos por dia, pelo menos pra não engordar demais, sabe? Porque com um pouco a mais de gordurinha aqui ou ali posso lidar usando as roupas certas, o que preciso é me manter no mínimo com 59kg pra não me sentir muito orca, porque eu já até começo a sentir meu corpo "pesado" pra mim, por exemplo se eu correr um pouco já fico parecendo que vou morrer de tanto cansaço, sinto que meu corpo pesa bem mais do que antes durante o exercício (que não tenho feito regularmente), mas esse ano isso é meta pra não voltar a usar roupas largas como fazia na adolescência, nem deixar de sair porque tô me sentindo feia e muito menos deixar meu IMC fora do padrão permitido. Agora não é só questão de estética mas também de saúde.

3 ♥ Comente !:

Deby disse...

Eu acho que a gente tem que se sentir bem com o nosso corpo. Então se ele não está te agrandado muito e vc quer fazer exercício físico eu acho isso ótimo, o ruim é quando alguém inventa de fazer aquelas dietas malucas e acaba ficando doente!

Boa sorte com o seu objetivo, bjo :*

Flanders disse...

Você vai conseguir, guria. Tem a camiloviska que, tinha uns cento e pouco quilos, e conseguiu emagrecer só com academia e alimentação saudável. Imagine você então que não tem esse problema todo. :)
Eu quero ganhar massa magra, e é difícil também,viu? Porque sou magra de ruim, e então eu acabo me desmotivando. Mas esse ano será diferente!
Beeijos <3

http://www.quasedescolada.com

Claudinha Teles disse...

Vish, desde que casei a coisa só piorou no quesito corpo perfeito. Eu era tão bonitinha, MAGRA, sabe? Agora tô lutando a uns bons 3 anos contra isso mas não sei por qual motivo tem sido bem difícil. Não sei se idade, ou o fato de eu também não me 'mexer' mais tanto. Enfim, coloquei como a grande meta desse ano emagrecer, já devia ter começado, mas a falta de vergonha na cara ainda não foi embora. Segunda eu começo, preciso! :~


Beijos

Postar um comentário